MENU
(43) 3339-7199

Releases

Projeto da Sicredi União recebe premiação internacional de cooperativismo

A Conferência Mundial do Woccu (World Council of Credit Unions, em português Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito) atua para promover o desenvolvimento sustentável das cooperativas de crédito, por meio de programas de assistência técnica, reuniões, workshops e seminários, a fim de fortalecer o seu desempenho financeiro e alcance em âmbito mundial. A entidade registrou, em 2015 (últimos dados consolidados), 60,5 mil cooperativas de crédito em 109 países, totalizando 223 milhões de associados. 

Neste ano, o evento foi realizado em Viena, na Áustria, entre os dias 23 e 26 de julho. “A Conferência representa a força do movimento cooperativista e o quanto as cooperativas de crédito se preocupam com a qualidade de vida das comunidades. Nosso objetivo é sempre fortalecer esse sistema grandioso que funciona como mola propulsora do desenvolvimento regional”, explica Wellington Ferreira, presidente da Sicredi União PR/SP. A delegação brasileira foi formada por 150 pessoas.

WYCUP – Durante a conferência, sete colaboradores do Sicredi participaram do World Council Young Credit Union People (WYCUP), um concurso que premia com uma bolsa de estudos anual, dada pelo Woccu, aos cinco candidatos que fizeram contribuições significativas às suas cooperativas de crédito, com potencial de causar um impacto global. Os representantes do Sicredi inscreveram seis projetos que salientam ações focadas na sustentabilidade, inclusão e educação financeira.

Vencedor – Entre os trabalhos, representando o Brasil e a Sicredi União PR/SP, estava o Eu Coopero com a Inclusão, que tem como proposta reafirmar os princípios mais importantes do cooperativismo: a solidariedade, inclusão social e o compromisso com a comunidade, ao inserir pessoas com deficiência intelectual no quadro de colaboradores. Ao mesmo tempo, assegura uma prática que combate a desigualdade social na área de atuação da Cooperativa, sendo norte e noroeste do Paraná e centro leste de São Paulo. O projeto ficou entre os cinco vencedores.

“Ao contratar portadores de deficiência intelectual, a Cooperativa melhora a qualidade de vida dos colaboradores com deficiência e de suas famílias, oportunizando um bom trabalho, geração de renda e condições de inclusão social. O que contribui, ao mesmo tempo, para que os deficientes avancem no reconhecimento da igualdade de seus direitos”, afirma Tatiane Terezan Lopes, gerente de gestão de pessoas da Cooperativa.   

Em nome da Sicredi União PR/SP, João Vitor Martins, gerente de planejamento estratégico, apresentou o projeto. Segundo João a expectativa era grande para trazer o prêmio ao Brasil. “Nossa intenção era sermos reconhecidos para que pudéssemos engajar outros jovens e promover essas lideranças. Eu estava super nervoso, pois eram mais de 30 projetos internacionais inscritos, mais de 55 países participaram. Preparei o discurso, mas sem saber se ganharia ou não. E quando citaram o nome do projeto, não contive a emoção. Um orgulho gigantesco em trazer esse prêmio para nossa cooperativa e para o Brasil. Um prêmio que ainda vai render bons frutos”, descreve João. 

Além do “Eu Coopero com a Inclusão”, outro projeto da Sicredi ficou entre os 5 vencedores, trata-se do “Chá das Bruxas”. Conduzido por Cássia Salvalaggio, a ação fortalece o empoderamento feminino, visando a inclusão da mulher no mercado financeiro e a cargos de liderança. O projeto está em andamento na Sicredi Nossa Terra PR/SP.   
As inscrições da delegação do Sicredi na Conferência Mundial do Woccu contaram com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop).

 

Cliente: Sicredi União PR/SP

voltar