MENU
(43) 3339-7199

Releases

Workshop apresenta agência Smart Container de Cafeara a gestores do Sicredi de várias partes do país

As várias inovações apresentadas pela agência Smart Sicredi em Cafeara -  inaugurada pela cooperativa de crédito Sicredi União PR/PR no último mês de março - no norte do Paraná, vêm chamando a atenção de gestores das cooperativas do sistema Sicredi por todo o Brasil. E para atender às várias solicitações de informações sobre a proposta e funcionamento desta que é a primeira agência digital do sistema no país, executivos da Sicredi União promoveram um workshop em Cafeara na última quinta-feira, dia 24 de maio, reunindo gestores de cooperativas do sistema de várias partes do país e colaboradores da Visa.

O objetivo foi apresentar melhor o projeto piloto, visto como alternativa para levar o sistema bancário a pequenas cidades do país, com custos menores e mais segurança, já que não há circulação de dinheiro.

Participaram do workshop representantes das cooperativas de Bauru, Campinas, Vale do Pirquiri, Birigui, Dourados, Piracicaba, Presidente Prudente, São Paulo, Capanema, Marechal Cândido Rondon, Palotina, Goiânia e também do Centro Administrativo Sicredi, localizado em Porto Alegre.

A agência foi concebida pela equipe da Sicredi União PR/SP e está instalada em Cafeara, município de cerca de três mil habitantes na região Norte do Paraná (145 km de Londrina). O diretor-executivo da Sicredi União, Rogério Machado, e o gerente Regional de Desenvolvimento, David Conchon, fizeram a apresentação do projeto, desde sua concepção até a inauguração, resultados iniciais e projeções para o futuro.

Machado destacou que, tendo como premissa da cooperativa o lema “construir juntos”, a equipe da Sicredi União ouviu, procurou entender o problema do município e trabalhou para encontrar uma solução que atendesse aos anseios da comunidade. Várias reuniões foram realizadas com a participação do poder público e lideranças. Conchon detalhou todo o processo de decisão por uma agência que funciona em containers, totalmente digital e sustentável, já que recolhe água da chuva para uso em limpeza e possui placas fotovoltaicas para geração de energia solar.

Inclusão digital

Para que todo o processo se completasse e a população realmente pudesse usufruir dos serviços bancários digitais, a Sicredi União distribuiu máquinas para pagamento digital em todo o comércio, sem custo para os comerciantes; e também os novos associados estão isentos de custo para abertura e manutenção da conta.

Mas não é só. Cumprindo a  missão de colaborar com o desenvolvimento da cidade, junto com a agência Smart, a Sicredi União levou vários de seus programas sociais: instalou o Centro de Informática, com oito computadores onde serão oferecidos cursos gratuitos para os interessados; o projeto Use e Devolva, com quatro bicicletas para uso gratuito da comunidade; o programa “A União Faz a Vida”, que irá atingir toda a rede municipal de ensino; e também as oficinas realizadas em parceria com o Sebrae, com vários cursos de capacitação para os associados.

Projeto inovador

Entre os participantes do Workshop realizado em Cafeara estava o gerente de Projetos de Desenvolvimento da Central Sicredi Brasil Central, Edmilson Furtado de Oliveira. Para ele, o workshop foi excelente por conseguir informar, com clareza, como replicar o projeto em outras regiões do país. “Essas informações vêm ao encontro do anseio que temos de levar a cooperativa aos municípios pequenos, onde instalar uma agência convencional se torna inviável devido aos custos”, disse. Segundo ele, o projeto tem grande capacidade para acelerar o processo de expansão do Sicredi. “Já vínhamos olhando para essa necessidade de estar nos municípios menores, com poucos recursos, tanto que as cooperativas da nossa Central já são a única instituição em 10 municípios, mas não havíamos encontrado uma forma de viabilizar a aceleração da ideia. ”.

Rafael Kruker Mosele, especialista de Produtos do Centro Administrativo Sicredi também mostrou entusiasmo com o projeto. “Ele está muito em consonância com nosso propósito, enquanto meio de pagamento eletrônico”, informou. Segundo ele, o uso do pagamento eletrônico traz vantagens para todos, sendo mais seguro e econômico. “A ideia é sensacional, tanto que colocou Cafeara no mapa da Visa”, comentou.

Benefícios dos pagamentos digitais

Vanessa Antunes Rodrigues, do setor de Desenvolvimento de Negócios, e Paulo Henrique Romariz, da Comunicação Corporativa da Visa, participaram do workshop e destacaram que Sicredi e Visa têm objetivos muito próximos. A Visa, que já é parceira do Sicredi há muitos anos, vem trabalhando na construção do conceito mundial de “cashless city” (cidade sem dinheiro).

Vanessa destacou que as vantagens do não uso de dinheiro em espécie se dão em três níveis: para o consumidor representa economia de tempo, redução de crimes, maior conveniência e é mais fácil acompanhar as despesas, por exemplo; para as empresas também há redução no número de roubos e furtos, redução de custos e tempo de processamento, possibilidade de aumento de vendas nos canais digitais, entre outros; e para o governo, economia com processos mais eficientes, aumento da arrecadação e redução de custos com a administração e confecção do dinheiro em espécie, além de redução de custos judiciais com a esperada redução de processos gerados pelos crimes de furto e roubo.

Pesquisas realizadas pela administradora de cartões mostram, por exemplo, os benefícios do pagamento digital em cidades como Brasília e São Paulo. De acordo com os resultados, se a população em geral das duas capitais alcançasse o mesmo nível de utilização dos meios eletrônicos de pagamentos praticados pelos 10% que hoje mais o utilizam, o benefício líquido gerado poderia ser de até US$ 13 bilhões por ano nas duas cidades juntas.

Em julho, Sicredi União e Visa irão testar o conceito de cashless city em uma festa junina que será realizada em Cafeara.

 

Agência funciona em container

Um dos grandes diferenciais da agência Smart de Cafeara é que funciona em dois containers, num projeto arrojado e que interferiu de forma harmoniosa na arquitetura da cidade. Esta é a  primeira agência digital do Sistema Sicredi no Brasil, um projeto piloto que pretende ser modelo de inclusão financeira e social. Os custos giraram em torno de 50% do valor da instalação de uma agência de pequeno porte convencional.

Com cerca de 1,2 mil pessoas economicamente ativas na cidade, a Sicredi União projeta alcançar entre 400 e 500 associados em Cafeara no primeiro ano de atividade, chegando a cerca de 800 no médio e longo prazo.

 

 

Cliente: Sicredi União PR/SP

voltar